terça-feira, 17 de janeiro de 2023

Recortes da hora política


                                                 

                                                            *Cesar Vanucci                         

  “Solucionar definitivamente o caso Marielle Franco é questão de honra para  o   Estado brasileiro.” ( Flávio Dino, Ministro da Justiça)

                                    

1) Decreto - O documento encontrado entre os guardados do ex-ministro Anderson Torres, na busca feita em sua residência por ordem judicial, é arrasador. Dissipa quaisquer dúvidas, ainda por ventura existentes, quanto ao fato da conjura tramada nos bastidores do governo passado no sentido de conturbar a ordem democrática. A minuta do decreto ditatorial confessa de forma direta o propósito torpe de se promover uma intervenção no Poder Judiciário, com a anulação das eleições e a entrega ao candidato preterido nas urnas, das rédeas do Poder para novo quatriênio e, talvez, até mais. A opinião pública brasileira, perplexa e indignada coloca-se agora na expectativa das explicações, a serem dadas no inquérito em andamento, pelo ex-titular da Justiça. Revelações tão ou mais impactantes poderão resultar dos desdobramentos das investigações. Seja frisado que, em pesquisa popular recente, quase 100% das pessoas manifestaram-se chocadas com os acontecimentos do dia 08 de janeiro em Brasília.

 2) Ministras -Tanto quanto nos recordamos, nunca os brasileiros demonstraram interesse tão pronunciado pela composição do Ministério governamental, como agora vem  acontecer.  A explicação talvez decorra da circunstância de querer saber qual a posição que o Presidente Lula reservaria, no primeiro escalão da administração, à simpaticíssima Simone Tebet. Quando do anuncio da última leva de Ministros, os aplausos mais entusiásticos cobriram a citação dos nomes da ex-senadora e da titular do Meio Ambiente Marina Silva. Ficamos sabendo de muitos telespectadores que bateram palmas diante do televisor na hora em que Lula as mencionou.

3) Marielle Franco - “ A elucidação deste crime covarde é questão de honra para o Governo” , foi o que declarou Flavio Dino ao tomar posse como Ministro da Justiça do Governo Lula, referindo-se ao caso do assassinato da Vereadora carioca Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes, ocorrido em 2018 e até hoje tramitando em passos de tartaruga na instância policial. É sabido que o autor dos disparos é integrante de uma milícia carioca. Foi preso junto com o comparsa em sua residência, localizada num condomínio de alto luxo na Barra da Tijuca. Em outra propriedade do assassino foi encontrado um arsenal composto de  metralhadoras de alta potência. Até os dias de hoje são desconhecidos os nomes dos mandantes e os motivos da execução da combativa Vereadora, que se notabilizava pelas frequentes denuncias feitas as ações delituosas da quadrilha de milicianos que, com apoio ao que se propala de influentes políticos, age impunemente na ex - Cidade - Maravilhosa. Dino admite a possibilidade de transferir as investigações para o âmbito da Policia Federal. O compromisso assumido responde a clamor da sociedade. Aguardemos os desdobramentos.    

4) Política e Poder - A política tem razões que a própria razão desconhece. Faz juras de fidelidade partidária, estabelece compromissos definitivos, promove pactos duradouros e depois esquece... O famoso Centrão, que deu sustentação parlamentar a Jair Bolsonaro na campanha eleitoral, zeloso quanto a sua irreprimível vocação governista, confessando-se talvez simpatizante desde a mais tenra idade da candidatura Lula, assumiu lugar na Explanada dos Ministérios, babando de contentamento. O União Brasil, legenda do ex-juiz e agora Senador Sergio Moro, não deixou por menos, chutando pra escanteio sua participação no campo adversário durante o recém-findo prélio eleitoral, abocanhou três pastas ministeriais no governo empossado. E quer mais...

 Jornalista (cantonius1@yahoo.com.br)

4 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde amigo e mestre Parabéns pelos comentário no seu último blog sobre a situação caótica que o Brasil enfrenta

Anônimo disse...

Os artigos estão muito bons. Parabéns!

Anônimo disse...

QUE BELEZA O CANTO POETICO E A MAGIA DA PALAVRA. PARABENS POR TANTA SENSIBILIDADE. é SEMPRE UM UMA ALEGRIA LER SEU BLOG.
ABRAÇOS

Anônimo disse...

Como sempre muito bem escrito errtrata fielmente a realidade. Parabéns

A SAGA LANDELL MOURA

Testemunho implacável (I)

*Cesar Vanucci *   “As Testemunhas de Jeová deixaram com a posição assumida, no campo de concentração nazista, um testemunho de hero...