domingo, 29 de maio de 2022

 

Olhar sobre o mundo por meio de frases

 

Cesar Vanucci

 

“Um governo deve sair do povo como a fumaça de uma fogueira.”

(Monteiro Lobato)

 

O mundo na visão de criativos frasistas.

As frases vindas na sequência, divertindo, informando, espalhando conhecimento, oferecendo inspiração para ruminações em torno da aventura da vida, foram ditas e escritas por gente, a seu modo e de certa maneira comprometida com o processo da construção humana. Convido o leitor e a leitora a juntos saboreá-las.

“Olho por olho e todos acabaram ficando cegos”. (Gandhi)/ “E se, de repente ficássemos sabendo que a Terra é o inferno dos demais planetas da Via Láctea?” (Aldous Huxley)/ “É mais fácil quebrar um átomo, do que um preconceito.” (Albert Einstein) / “Se o povo descobrisse como são feitas as leis e as salsichas!” (Bismarck) /” Entre Deus e o dinheiro, o segundo é o primeiro.” (Provérbio espanhol)/ “Se um cidadão permanece duas horas ao lado da mulher apaixonada parece que se passaram dois minutos. Se uma pessoa encosta o bumbum numa chaleira fervente por dois minutos parece que se passaram duas horas. Eis uma explicação simples para a Lei da Relatividade.” (Albert Einstein) / “O capitalismo é a exploração do homem pelo homem. O comunismo é o contrário.” (Woody Allen) / “Amigo meu não tem defeito. Inimigo, se não tiver, eu boto.” (Do folclore político mineiro) / “Não sou contra, nem a favor; muito antes, pelo contrário.” (Do folclore político mineiro) / “O colecionador de selos coleciona também escarros de diferentes nacionalidades.” (Pitigrilli) / “Habitamos uma ilhota perdida numa vastidão oceânica repleta de inexplicabilidades.” (Aldous Huxley) / ”O espírito humano é que nem o paraquedas, só funciona aberto.”(Louis Pauwels e Jacques Bergier)/ “Se ouço alguém perto de mim falando em revólver, saco logo minha cultura.” (Louis Pauwels, respondendo a Joseph Goebbels, líder nazista, que acabara de dizer esta frase imbecil: “Se ouço alguém perto de mim falar em cultura, saco logo o meu revólver.” /”Ame até doer.” (Madre Teresa de Calcutá) / “Na escala cósmica, só o fantástico tem probabilidade de ser real. Na escala cósmica as coisas não são tão fantásticas quanto a gente imagina, mas muito mais fantásticas do que a gente jamais poderá imaginar.” (Pierre de Teilhard de Chardin) / “Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.”(Millôr Fernandes) / “As pessoas comuns pensam apenas como passar o tempo. Uma pessoa inteligente tenta usar o tempo.”(Arthur Schopenhauer)/ “No adultério há pelo menos três pessoas que se enganam.”( Carlos Drummond de Andrade) / “Algumas pessoas nunca cometem os mesmos erros duas vezes. Descobrem sempre novos erros para cometer.”(Mark Twain) / “Toda pessoa fanatizada tem os pés solidamente plantados no ar.” (Theodore Roosevelt) / “As pessoas que não fazem barulho são perigosas.”(Jean de la Fontaine) / “Dê a todas pessoas seus ouvidos, mas a poucas a sua voz.” (William Shakespeare)/ “Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.”(Érico Veríssimo) / “As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem.”(Chico Buarque) / “Quem é um manual de regras está apto a lidar com máquinas e não com pessoas.”(Augusto Cury)/” Que mundo! Poderia ser maravilhoso se não fossem as pessoas.”(Woody Allen)/ “O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas...”(Bertrand Russell)/ “Pessoas que são boas em arranjar desculpas raramente são boas em qualquer outra coisa.”(Benjamin Franklin) / “O que me assusta não são as ações e os gritos das pessoas más, mas a indiferença e o silêncio das pessoas boas.” (Martin Luther King)/ “Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros já foram.”(Alexander Graham Bell) /“O pênalti é algo tão importante numa partida de futebol, que quem deveria cobrá-lo é o presidente do clube.”(Do folclore esportivo)/ ” Viver é desenhar sem borracha.”(Millôr Fernandes)

Nenhum comentário:

A SAGA LANDELL MOURA

As ameaças do aquecimento global

                                                                       *Cesar Vanucci   “ Atentar para os sinais é preciso” ( Anna Mayã, p...