sábado, 4 de fevereiro de 2023

200 pistas de pouso!!!


     
                                                                                                                       *Cesar Vanucci

 

  "Vamos atuar o mais rápido possível na assistência ao povo Yanomami 

e no combate ao garimpo ilegal" (Presidente Lula)

 

Para se ter  vaga ideia da complexidade que envolve o combate, indispensável e urgente, às atividades criminosas do garimpo e trafico de drogas no território amazônico, onde se acha localizada a área reservada  aos yanomamis, aqui vão alguns dados impressionantes. Os invasores das terras indígenas, um contingente armado, estimado entre 20 e 30 mil pessoas, construíram uma estrada de 150 km e 200 pistas de pouso para aviões e helicópteros no meio da selva. Estalaram equipamentos de altíssimo custo para a dragagem das águas. Em ações esporádicas, a Polícia Federal, a FUNAI e outros órgãos oficiais conseguiram apreender entre aviões e helicópteros utilizados nas ilícitas operações, mais de 100 aeronaves. Os grupos criminosos responsáveis pelo contrabando de ouro e outras riquezas atuam mancomunados com elementos da “banda podre” da política.  

Ainda recentemente a Assembleia Legislativa de Roraima – vejam só o tamanho do absurdo! – aprovou projeto com o objetivo de impedir  sejam destruídos, como manda a lei, artefatos empregados na dragagem ilícita das águas. O projeto em questão foi vetado pelo governador do estado. Todas essas estarrecedoras informações indicam certeiramente que o Estado Brasileiro está, até aqui, ausente do imenso pedaço de chão ocupado por essas ações de usurpação de direitos dos índios e lesivas aos interesses nacionais.

 A operação que o Governo pretende desencadear com vistas a desarticular todas as engrenagens criminosas detectadas vai requerer mobilização de recursos consideráveis. Em recente reunião com os ministros da Casa Civil, Justiça, Defesa, Povos Originários, Direitos Humanos, Minas e Energia, Relações Institucionais; o comandante da Aeronáutica, Presidente da Funai e com o secretário-executivo do Ministério da Saúde,  o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou a elaboração de um plano emergencial para o enfrentamento do garimpo ilegal e outras atividades criminosas, impedindo o transporte aéreo e fluvial que abastece os núcleos dos “foras da lei”. A determinação superior é também no sentido de obstaculizar o acesso de pessoas não autorizadas pelo Poder Público à região buscando não apenas impedir atividades ilegais, mas também a disseminação de doenças.

No tocante ao drama dos Yanomamis a decisão prevê assistência nutricional e sanitária, com garantia de segurança para que os prestadores dos serviços de saúde possam realizar o trabalho nas aldeias. O trabalho abrangerá a criação de condições de acesso a água potável por meio de poços artesianos ou cisternas.

A opinião publica espera também do governo que foque atenções nas iniciativas que são tomadas na região amazônica por ONGs, várias estrangeiras, que em numero significativo, ali operam, de modo a identificar algum provável desvio de finalidade.

 

2) Parlamentares - Existem suspeitas de que alguns poucos parlamentares se envolveram na trama golpista de 08 de janeiro na Capital da Republica. Vamos supor que nas apurações em andamento, esse fato se confirme.  Ou seja, provas apareçam quanto a desonrosa participação de Deputados e Senadores nos acontecimentos que conspurcaram as instituições representativas do Estado Democrático. Nessa hipótese, o Legislativo não poderá fugir ao dever de aplicar as sanções cabíveis aos que, supostamente,  numa  atitude pode se dizer autofágica, adotaram o abjeto procedimento.

 3)Brocardo - Um brocardo famoso, de origem hispânica muito em voga na política, diz o seguinte: “Há governo? Pois, sou contra!” Com olho grudado nas articulações de bastidores na atualidade política, as más línguas andam propalando que por aqui, vem prevalecendo um refrão ligeiramente diferente:” Há governo? Pois, sou a favor!” isso aí... 

 

Jornalista (cantonius1@yahoo.com.br)

Nenhum comentário:

A SAGA LANDELL MOURA

A Fala do Presidente

    *Cesar Vanucci “O Presidente Lula saiu do ponto.” (Senador Jacques Wagner, líder governamental no Senado)     O Presidente L...